Olhares

16 fevereiro 2008

Escrever...



Há momentos em que me apetece escrever, simplesmente deixar fluir o que vai cá dentro.

Nunca escrevi um diário, apenas um caderninho onde punha uma espécie de poemas, onde expressava as coisas que ia sentindo, mas mesmo esse foi abandonado há muitos anos.

Depois fechei-me no meu mundo de racionalidade e abandonei esse meu lado. Durante anos não escrevi uma única palavra… as palavras eram usadas todos os dias, mas nunca escritas para meu prazer.

Quando abri o meu primeiro blog estava hesitante com as palavras, não sabia o que fazer delas, nem com elas. Não tinha um objectivo com o blog, queria desabafar, falar para um espaço virtual, descarregar algumas coisas.

Com o tempo muita coisa foi surgindo, vida real, emoções, sonhos, fantasias, brincadeiras… esse espaço tornou-se mais que um diário… como adoro música e com ela embalo muitas das minhas emoções, até música tive de lhe pôr.

Confidências ou inconfidências, também surgiram algumas… porque a vida também é feita delas…

Passado um tempo, senti necessidade de abrir este espaço para poder depurar as coisas e separar as emoções… sei que tinha dito que não teria dois espaços, mas afinal tenho… pois é…

Se há momentos em que não me apetece escrever, há outros em que me apetece dizer tudo, abrir a alma e deixar jorrar o que cá vai dentro… nem sempre é possível, porque efectivamente, há coisas que me doem demais e dizê-las abertamente é expor uma ferida que nem eu gosto de ver… vou destapando pedacinhos, tapando outros, pondo um penso-rápido aqui, tirando outro dali… sarando de um lado, ferindo-me noutro… pareço uma criança, sempre a dar quedas…

Este é assumidamente o meu lado mais lunar… ou o meu Dark Side of the Moon, como costumo dizer… o sítio onde me dispo e me exponho mais, em termos emocionais… não sei se é uma necessidade, ou apenas uma vontade, sei que gosto de o fazer e enquanto isso for uma verdade, continuarei a fazê-lo.

Por causa de alguns problemas que me assolaram (ou será que me assolam ainda?) aconselharam-me a ir a um psicólogo… trabalho com alguns diariamente, e sinceramente, não vejo bem em que me podiam ajudar… eu conheço a raiz dos meus problemas, sei o que preciso fazer, mesmo que não seja o mais indicado ou o mais correcto… já decidi, e depois de eu decidir, não é fácil fazerem-me voltar atrás…

Claro que há momentos em que estou devastada, me sinto arrasada e sem forças para prosseguir, mas umas horas depois já estou de volta no meu caminho… podem ser 24, 48, 72, ou um pouco mais… mas é uma questão de horas… quando assim não for, então pedirei ajuda, por agora acho que a minha força interior me chega… será?
posted by Teardrops at 02:26

13 Comments:

nina, ir ao psicólogo não significa obrigatoriamente que sejas mais fraca que eu ou que não consigas resolver os problemas sozinha. A meu ver, quando o psicólogo que temos à nossa frente nos inspira confiança e conseguimos falar abertamente com essa pessoa faz muito bem. Escrever no blog pode funcionar como terapia, sem dúvida. Para mim, fazer qualquer coisa que eu adoro, desde ler, ouvir música, escrever, desenhar ou praticar desporto ajuda-me imenso. Mas, acho que se pudesse falar com alguém com frequência seria melhor ainda. O falar e ouvir-nos ao mesmo tempo ajuda-nos a compreender melhor aquilo que nos oprime e a encontrar formas diferentes de lidar com as situações. O simples facto de falarmos e termos alguém a ouvir-nos só por si alivia. o facto desta pessoa ouvir-nos sem nos julgar, porque está ali para nos ajudar a perceber certas coisas, é sem dúvida o que me atrai mais no psicólogo. porque quando tentamos desabafar com os amigos, sabemos à partida o que eles nos vão criticar e por vezes acabamos por não dizer tudo, deixando-nos de certa forma na mesma frustração. obviamente que não faz os problemas desaparecer, mas ajuda-nos a ver as coisas de forma diferente.

mas, as pessoas são diferentes e nem todas precisam disso.
por isso, so tu podes decidir se precisas de falar abertamente de tudo e se isso te vai ajudar. porque uma coisa é certa, se o psicólogo não te inspira confiança não te vai ajudar concerteza. se vais já à partida com a ideia de que uma pessoa estranha não te pode ajudar então é inútil gastares 50euros numa sessão.

eu nunca fui a um psicólogo, mas confesso que gostaria de experimentar falar com um deles.
como as minhas economias não me permitem, procuro ocupar-me daquilo que me dá prazer fazer na vida e tento ver sempre o lado positivo da vida.

espero que consigas encontrar uma forma de lidar com as situações da vida que te ajude a viver melhor e te permita gozar um pouco esta vida.

bjinhos ;)

16 fevereiro, 2008  

nina, hoje andei aqui a ler posts mais antigos e gostei muito!
é engraçado que numa primeira leitura desatenta, as pessoas podem pensar que o peso que carregas é demasiado para ti. mas à medida que te vamos lendo, demonstras ter força interior e diria até alguma sabedoria.
tenho pena que estejas numa má fase.
espero que a vida te trate melhor.

bjinhos ;)

17 fevereiro, 2008  

Este comentário foi removido pelo autor.

17 fevereiro, 2008  

Olá
Obrigada pela visita!

Este desabafo, foi teu ou será meu? ;)...é que eu fiz exactamente a mesma coisa, se reparares no inicio do blog, foi dificil o recomeço com as palavras, andava arredada delas há mais de 30 anos.
Foi preciso uma amiga a incentivar-me a escrever!

Agora ando a atravessar outra crise, zangada com as palavras ou as palavras comigo, não sei, só sei que parece que ando vazia...

PASSA!!!!

bjssssss

Gostei muito de estar aki, tenho de voltar e ler mais....

17 fevereiro, 2008  

nós temos responsabilidade com a nossa vida.enfrentar os problemas é a única solução.medo?? sim,claro que há muito medo,mas se os contornarmos apenas,eles vão estar sempre lá.custa?? claro que custa.muito.mas chama-se a isso viver.e só vive bem quem tem a coragem e lutar.olha que eu estou a aprender isso agora.se tu soubesses (...)

Um beijo grande.vou espreitar o teu lado lunar ;)

17 fevereiro, 2008  

Parece que estás na parte mais baixa do ciclo. Mas anima-te, quando as coisas estão todas em baixo, as seguintes só podem ser melhores.
Eu disperso-me muito por varias actividades, e às vezes também não me apetece fazer nada, mas raramente. Mas acho que é importante termos tempo para nada fazer, para parar, para sentir se o caminho que estamos a percorrer, é mesmo o desejado. Ou até simplesmente para descansar tudo, corpo e mente, esvaziar tudo, e depois, só deixar entrar as coisas boas. Parece simples, e é.
O drama é quando as coisas de que mais gostamos são precisamente aquelas que mais nos fazem sofrer.
Bjs

17 fevereiro, 2008  

Estou convencido que sim, que a tua imensa força interior (eu sei!) será suficitente.
E não te esqueças nunca: é nos momentos difíceis que se vêem as pessoas... :)

Beijinho

18 fevereiro, 2008  

A Lua aproxima-se, grandiosa como sempre;)

19 fevereiro, 2008  

Tu já sabes o que eu penso de ti, portanto não me vou repetir.

Acho bastante terapeutico, escrever o que nos vai na alma, num blog. É o libertar das emoções em vez de as guardar. Fazes muito bem !!! ;)

20 fevereiro, 2008  

Macaw

És fantástica... efectivamente partilhar os meus problemas com um estranho não me parece, de momento, o que melhor me faria... ainda que saiba que são importantes e que nos devemos socorrer deles (psicólogos) sempre que necessário.
Por agora tenho-o feito com amigos, uns mais íntimos, outros menos, mas que têm sido o meu apoio, eles e a escrita :-)
Lê à vontade... o que encontras por aqui, sou apenas eu, o meu eu mais profundo e às vezes mais conturbado, mas apenas eu...
A força... às vezes nem eu sei onde a vou buscar, mas vou arranjando...

Beijinhos

23 fevereiro, 2008  

Bela

Às vezes tb me acontece isso, de parecer que o que os outros escreveram podia ter sido escrito por mim... :D
Tem calma com as palavras, deixa-as respirar e verás que elas próprias se soltam... caso contrário terás de as puxar para fora de ti... tb já me aconteceu...

Beijinho

********

Vertigo

Espreita à vontade, este lado lunar... :P

Beijinho

23 fevereiro, 2008  

Tipp

A vantagem da parte baixa do ciclo é... que só se pode subir :D

Up and away ;-)

Beijinho

*************

Lb

São os amigos como tu que me dão força :D

Hei-de conseguir, sim!

Beijinho

23 fevereiro, 2008  

Dark violet

E a Lua majestosa é sempre tão boaaaa ;-)

Um beijo aluado

**********

Jedi

Obrigada :DDDD

Vocês são o meu apoio basilar :-)))

Beijinho

23 fevereiro, 2008  

Enviar um comentário

<< Home