Olhares

20 abril 2008

Será que não sou deste mundo?


Que mórbido prazer se pode sentir em usar as nossas próprias inseguranças como pedra de arremesso, contra alguém?


Que mórbida forma de sentir nos faz agredir, magoar, espicaçar, só porque estamos, de alguma forma, a sofrer?


Que grau de irracionalidade é preciso atingir para que, ao invés de raciocinar e relativizar os eventos, se use de escudos e de lentes de aumento, passando da racionalidade à agressividade?


Serei, efectivamente e de uma vez por todas, eu que não sou deste mundo?
...
posted by Teardrops at 16:20

10 Comments:

se tu não fores eu.... eu também não sou!

portanto já somos 2 neste nosso mundo!

20 abril, 2008  

És, és. De contrário eu seria extra-terrestre, coisa que não sou!
Mas, sabes, o universo é feito de tudo e do seu contrário permitindo certo equilibrio. Há bom e mau, doce e salgado, branco e preto, pessoas assim e assado... Ter-te-á calhado um assado? Se foi, dá-lhe a importancia que se dá a um amendoim estragado (que também existem!)

Beijinho

21 abril, 2008  

nada mais natural! quando não andamos bem, obviamente que os outros não têm culpa do nosso azar, mas a nossa paciência vai-se e também se vai a energia positiva imprescindíveis para lidar com as situações da melhor forma. às vezes até conseguimos controlar, outras há que não conseguimos. tens de tentar de uma forma ou outra descarregar a negatividade para não os outros. mas sabes que nada na vida é linear! better said than done! bida bida bidinha!

bjiinhos ;)

22 abril, 2008  

nesses momentos eu culpo o periodo! eheheh tenta, pode ser que resulte contigo! (o humor é uma boa forma de lidar com os problemas, ajuda-nos a minimizar o drama que às vezes nós próprias criamos!)
... mais uma vez a papaguear!
better said than done!

xxxxxxx

22 abril, 2008  

passei para te desejar um excelente fim de semana!

:))))

24 abril, 2008  

Tens um Prémio Florido a aguardar por TI no Essências... E porque hoje é Dia de Liberdade, PARABÉNS pela forma como te Expressas e Exprimes.
Continua com Essências de Liberdade.

25 abril, 2008  

Olha,afinal não moro sozinha :P

28 abril, 2008  

Inês

...estranha forma de... sentir :-)

Beijinho

*****

Lb

Tens razão...
Às vezes são mais como amêndoas amargas... que bem tratadas dão um licor fabuloso, sabes?
Nem sempre nos deparamos com más pessoas... às vezes apenas temos de as chamar à realidade e fazê-las ver o caminho... eu tento, juro! ;-)

Beijinho, amigo

01 maio, 2008  

Macaw

LOLOL

Não fui eu... por isso não posso culpar o período, hihihi... eu não sou assim, custa-me é a entender quando agem assim comigo...

Se não estamos bem, temos mais é de tentar falar e debater as coisas... há sempre alguém que nos ajuda a ver a realidade sob outro prisma, outra lente, outra perspectiva, percebes?

Beijito

01 maio, 2008  

Inês

:-)))

Bom fim de semana :-)

******

FM

Já o fui buscar :-))

Beijos essenciais ;-)

*****

Vertigo

eheheheh

Nunca vivemos sós...

Beijinho

01 maio, 2008  

Enviar um comentário

<< Home